20091030

: Heróis e heroínas :



Yeeees! Os Heroes 'tão de volta. Estou radiante com isso e também porque trazem novas emoções. É bom que estas séries comecem a inovar é! E esta tornou-se ainda mais interessante. Aqui a amiga ao lado [Caramela] concorda plenamente.

Bem, a pequena novidade é que para além da Hayden Panettiere ter assumidamente também um fraquito por meninas.. voilá que entra nesta bela cena. O que vem a seguir já não sei mas que se sentia a química desde início e já se esperava por isto..


E isto é o que se sente quando se beija pela primeira vez uma mulher [e todas as outras vezes]... "What the fuck? Does this trully exist? I want to do this for the rest of my life!!"

20091028

: A razão pela qual se mordeu a maçã #4 :



Carla Bruni - L'amoureuse




Desta vez é a Carla Bruni, que recordei hoje na tv..
Que presença e que olhar. Daquelas mulheres que não passam despercebidas. Ou passa? Tem aquilo que chamo de sensualidade inata.
E aquele meio-que-suspirar no fim de cada frase que canta...... atenção atenção.

20091027

: Afinal a saga continua - Quando eu nasci II :



Kill Bill Soundtrack - Green Hornet Theme

Para juntar à festa a minha mãe hoje liga-me às 12h08 e diz-me assim "é só para te dizer que a esta hora foi quando te tirei o primeiro cóco... e era verde!". Claro, foi quando ela me pegou pela primeira vez.. e o primeiro contacto é este. Ah, e que me pôs debaixo da torneira de água morna para me lavar o raboisque. A seguir manda-me uma mensagem a dizer que "e a nossa casa inundou essa noite e tive de a limpar sozinha ainda com pontos". Só coisas boas! E não contei eu que antes de me dar à luz ficou presa no elevador e nasci, segundo a minha mãe, "roxa, quase preta.. nem sei que cor era aquela.. e sem respirar". Ela diz, ainda hoje, o que será que venho eu fazer para este mundo porque não queria vir por nada. Brrrr.

Mas pronto, cá 'tou eu perfeitinha e de boa saúde! Isso é que interessa!

A minha mãe lá teve de casar e foi comigo na barriga. E vos garanto que me recordo do casamento.. Como? Não sei. Mas lembro.

Muito obrigada a todas que me deram os parabéns! Penso não ter ficado marcada por essa minha história inicial, mas acredito que se um dia fizer uma regressão também eu terei um susto! :)

: Quando eu nasci :






Rodrigo Leão - A comédia de Deus




Quando eu nasci,
ficou tudo como estava,
Nem homens cortaram veias,
nem o Sol escureceu,
nem houve Estrelas a mais...

Somente,
esquecida das dores,
a minha Mãe sorriu e agradeceu.

Quando eu nasci,
não houve nada de novo
senão eu.

As nuvens não se espantaram,
não enlouqueceu ninguém...

P'ra que o dia fosse enorme,
bastava
toda a ternura que olhava
nos olhos de minha Mãe...

José Régio



Olha que coisa tão bonita...... se comigo tivesse sido verdade! Pois é, nasci faz hoje alguns anos, às 4h27 da madrugada. Segundo consta, fui feita às sete pancadas, nascida seis dias depois do previsto e ninguém sabe bem como mas, voilá, tou aqui.

Quanto ao bonito poema, é um facto que nada mudou quando eu nasci. No entanto sim, a minha mãe deve ter tido vontade de cortar os pulsos e o sol para ela escureceu. Pois isto é verdade. Estava à espera que eu fosse uma menininha linda de olhos azuis e cabelo loiro, que saísse ao pai, mas não.. era a cara chapada do meu avô.... que era quem? quem a tinha posto fora de casa quando soube que estava grávida. Por causa de quem? Minha! Adiante.. estava eu a contar que saí a cara do meu avô, cheia-da-pêlo p'lo corpo todo [o que hoje é mentira] inclusivé orelhas [é impossível esquecer este pormenor]. E sim.. devia ser tão medonha que... a minha mãe não sorriu e nem agradeceu. Passadas 7h30 é que teve coragem de me ter perto dela! Pronto, agora podemos passar para a parte final do poema.. "bastava toda a ternura que olhava nos olhos de minha mãe". Chiçaaa que 'tava difícil.

20091026

: Vaginas há muitas, mas poucas são as conhecidas :




Vaginas. Trata tudo de vaginas. O truque para saber viver bem e melhor é a mulher conhecer a sua vagina. Muita gente não se dá sequer oportunidade de se conhecer a esse nível. Pois façam-no, que as surpresas são muitas! Alguém já se arrependeu de o fazer?? Eu não.

A minha frase preferida da peça? Não digo, vai parecer ordinário :)

Quanto a mim, estou de férias esta semana, por aqui mesmo. Um bom trabalho!

20091025

: Luz :


Luz e Luz

Nós temos luz própria. Acendemo-la ou não? Eis a questão.

20091024

Nunca a tinhamos visto assim.. a aproveitar e degustar tanto as festas! Tive de captar o momento. O que me ri.. mais uma vez continua a parecer um anjo.. mas hei-de provar-vos que não é verdade!
E quanto mais perto do fim melhor fica..
video

A propósito disto já tinha saudades de aqui por alguma coisa deles. Faz-me sempre sorrir ouvi-los!




New Order - Morning night and day





Pena não gostares, que assim não posso ouvir muitas vezes!
Bem que tento por a tocar disfarçadamente mas perguntas logo "que raio de música é esta?".
Não te consigo enganar!

20091020

: Cântico Negro :



J. S. Bach - Cello Suite Nº1, Prelude

Ontem ouvi a minha querida amiga recitar o poema de cor, com todo o sentimento que merece. Tocou-me cá dentro. Recordo-me de os olhos não fechar, mas no entanto viajar, viajar para aqueles gestos e movimentos, palavras certas de momentos, e momentos não iguais. A rua que estava, o cão que passava e caras olhando, desiguais. Cada olhar, num sopro, diferente em cada frasear. Obrigada.



Cântico Negro - José Régio


"Vem por aqui" - dizem-me alguns com os olhos doces
Estendendo-me os braços, e seguros
De que seria bom que eu os ouvisse
Quando me dizem: "vem por aqui!"
Eu olho-os com olhos lassos, (Há, nos olhos meus, ironias e cansaços)
E cruzo os braços,
E nunca vou por ali...
A minha glória é esta:
Criar desumanidade!
Não acompanhar ninguém.
- Que eu vivo com o mesmo sem-vontade
Com que rasguei o ventre à minha mãe
Não, não vou por aí! Só vou por onde
Me levam meus próprios passos...
Se ao que busco saber nenhum de vós responde
Por que me repetis: "vem por aqui!"?
Prefiro escorregar nos becos lamacentos,
Redemoinhar aos ventos,
Como farrapos, arrastar os pés sangrentos,
A ir por aí...
Se vim ao mundo, foi
Só para desflorar florestas virgens,
E desenhar meus próprios pés na areia inexplorada!
O mais que faço não vale nada.
Como, pois sereis vós
Que me dareis impulsos, ferramentas e coragem
Para eu derrubar os meus obstáculos?...
Corre, nas vossas veias, sangue velho dos avós,
E vós amais o que é fácil!
Eu amo o Longe e a Miragem,
Amo os abismos, as torrentes, os desertos...
Ide! Tendes estradas,
Tendes jardins, tendes canteiros,
Tendes pátria, tendes tectos,
E tendes regras, e tratados, e filósofos, e sábios...
Eu tenho a minha Loucura !
Levanto-a, como um facho, a arder na noite escura,
E sinto espuma, e sangue, e cânticos nos lábios...
Deus e o Diabo é que guiam, mais ninguém.
Todos tiveram pai, todos tiveram mãe;
Mas eu, que nunca principio nem acabo,
Nasci do amor que há entre Deus e o Diabo.
Ah, que ninguém me dê piedosas intenções!
Ninguém me peça definições!
Ninguém me diga: "vem por aqui"!
A minha vida é um vendaval que se soltou.
É uma onda que se alevantou.
É um átomo a mais que se animou...
Não sei por onde vou,
Não sei para onde vou
- Sei que não vou por aí!

20091018


Este assunto de compra de bilhetes para o concerto dos U2 está na berra. Então deixo-vos especialmente esta versão de uma das suas músicas, que acho fenomenal.. Para ouvir até ao fim!



20091015


Smile, sempre!

Parabéns!

20091012


Scala & kolacny Brothers - Blowers Daughter






[2004]. E assim, com esta música, começa o filme. Original de Damien Rice, sendo esta uma versão não menos gostada. A música, logo de início, faz-nos viajar pelo que poderá ser, aproxima-nos do filme.
Este filme é muito mais humano do que pode sequer parecer. Estamos em cada uma das personagens, bem perto.

20091010

: Wall-e and Eve :


O meu irmão tem dois hamsters anões.. o Wall-e e a Eve. São tão lindoooos e fofos! E vêm quando os chamamos!
E como estou em maré de videos..

video

20091009

: As coisas que uma pessoa tem de ouvir :

Diálogo.
Eu: Ai esta noite acordei sobressaltada a pensar que quando a gata tiver o cio não podemos deixar as janelas abertas pra ir pra varanda! Senão ela salta la pra baixo só pra f****.
Ela: Olha, desde que o faça..
Eu: Sim, mas não o quer fazer sem uma perna ou um olho!
Passados uns dez minutos, e enquanto mastigava a comida [veja-se]. Monólogo.
Ela: Tenho de cortar estas unhas, tenho o lixo todo a acumular-se cá dentro..
Olha, sabendo não tinha comprado um baldinho para o papel, outro pró plástico, outro pró vidro...

20091008

: Pff :


Mas como é que é possível este meu bicho ser tão sonso? É que ela parece um anjo mas leva o dia todo a morder e a correr dum lado pro outro.
Ora vejamos, no outro dia estava eu a tratar de umas coisas quando ouço trau-trau trau-trau pum trau pim trau pum! Vinha ela com um soutien ao pescoço e corria de aflição batendo em tudo quanto era canto, por não se conseguir desenvencilhar. Ela que aprendesse a estar sossegada.
O único momento que realmente pára é quando está a ser fotografada. Literalmente! Porque este é um gato diferente dos outros, que não dorme 23 horas por dia! Dorme vá, uma hora.

Seduz, mas seduz. Não ficam convencidos que é uma paz de alma com esta filmagem?

video

Oh o toque de bigodes no fim..

20091005

: Viagem ao centro da terra :



Ashram - Sweet Autumn (Part II)




Rodo para a esquerda e a luz acalma o ambiente.
Relaxo e fecho os olhos. Antes fixo-os nos quadros à minha frente, que sempre lá estiveram e eu não os vi com olhos de ver. Venho a fechar os meus olhos constantemente para mim própria. Ele faz o contrário, cerra-os para se encontrar.

Com a sala pouco iluminada posso agora sentir a lua, cheia de brilho, a espreitar-me pela janela. Não deixo a sua luz entrar pois os estores encontram-se cerrados. Com os dedos levanto-os um pouco e ela continua lá. Luz que preciso dentro de mim. Anima-me saber que ela está lá fora quando a quiser ver. A maçã de verde perfeito de há pouco alegrou-me a vista e pude olhá-la antes e depois de a morder. Tudo tem o seu interior. Mas nós por vezes não nos recordamos disso.

A música está bem alta e acalma-me. Todas as energias, de todas as cores movimentam-se à minha volta, num turbilhão de pensamentos e sentimentos mesclados, formando formas e resíduos de umas quaisquer vivências que tenham sido minhas. Vejo. Uma gruta escura da qual faço esforço para sair. Subo uma escada de pedra em cinco passos e vejo um mundo redondo relvado com um rio e uma árvore. Eu também sou só uma. Deito-me na relva e inclino a cabeça para trás. Uma sombra escura de um homem com chapéu. Não o quero ver e caminho na direcção da árvore. Da minha alma desprendem-se os últimos pedaços de escuridão, qual tinta de parede que cai. Mas cai. Transformo-me numa borboleta que se perde nos ares e que procura a árvore. Agora num pássaro que voa para a falésia, avistando uma catarata. Água que soa fresquinha e que me limpa.

Posso sentir-me agora um pouco mais.



The Gossip - Heavy Cross

Lesboa: uma experiência divertida e interessante. Quero voltar.
Formamos imagens de como serão as pessoas que lemos, é natural. Mas as expectativas foram superadas. Tive muito prazer em conhecer-vos, agradecendo desde já a simpatia.
Queria lançar o desafio das promissoras teorias acerca do senhor da bengala que supostamente levita mas vou deixar isso para a Dantins. Imaaaan!
Smile, tenho o ombro a modos que pró roxo!

O resto do fim-de-semana também foi em óptima companhia, a fazer as mais variadas coisas, todas elas agradáveis, implicando sempre uma brisa nova a cada passo. Senti-me muito bem.


Volto e fiquei por lá.